05/07/2019

Durante minha trajetória no mundo religioso, presenciei muitas pessoas dizendo uma frase que me marcou: “gostaria muito que Deus me usasse em sua obra”. 

Deus quer usar as pessoas para serem seus instrumentos de paz, amor, acolhimento, para muitos que vivem excluídos da sociedade, ou precisam de um ato que represente o Evangelho puro e satisfaça àqueles que perderam a esperança. 

Nas Escrituras Sagradas, Cristo é apresentado de uma forma diferente, se compará-Lo aos cristãos de hoje, Ele viveu muito moderno, Ele saiu do templo, foi visitar os doentes, estava onde as pessoas precisavam d’Ele. Hoje o ato de congregar tornou-se mais importante do que servir, ajudar, aquecer, abraçar, amar.

É visto desfile de moda dentro dos templos, mas sem ter uma roupa para doar a quem não pode comprá-la. Os carros luxuosos destacam-se nos estacionamentos das igrejas, mas uma carona ao irmão mais simples num dia de chuva não se pode dar porque suja o carro.

Aí vem o questionamento: Se Cristo vivesse nos dias de hoje, Ele estaria nos templos que levam o seu Nome? Já que tudo que deixou como ensinamento virou páginas cheias de pó e teias de aranha, pois estão em desuso e raramente é praticado. E quando alguém faz uma boa ação, simplesmente, é uma mera atitude política para se promover e deixar seu nome conhecido.   

  O que estão fazendo com as ordenanças do Criador?

É preciso amar na prática, um evangelho que rompa com costumes humanos e volte ao Primeiro Amor. Que sejamos o MILAGRE na vida das pessoas, que sejamos o alimento na boca dos que não têm e saciemos a fome, que sejamos a instrumentos de esperança para aqueles que perderam a fé.

Você pode ser o milagre quando salva uma vida, quando doa sangue ou quando deixa seu nome no cadastro de medula óssea.

O tempo de imitarmos Cristo é hoje, o tempo de sairmos de nossas igrejas e mostrarmos o amor de forma prática é agora. O momento oportuno de alimentar os necessitados e aquecer os que estão desabrigados é agora também.

Doar sangue e salvar vidas é todo dia.

Procure o Hemepar de Paranguá. Doe sangue. Doe medula óssea.

Seja o MILAGRE! Seja instrumento nas mãos de Deus e permita ser usado para salvar e mudar vidas com seu gesto que vale mais do que mil palavras.

HEMEPAR de Paranaguá
Avenida Gabriel de Lara, 481, Alto São Sebastião.
Horário de Atendimento: Das 8h às 11:15h e das 13h às 15:30, de segunda-feira a sexta-feira.

 



Leandro Mendes
www.facebook.com/leandro.mendes.79219

A publicação deste colunista não reflete, necessariamente, a opinião do portal Nosso Paraná.


CURTA O NOSSO PARANÁ NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM
@nosso_pr

Deixe o seu comentário