Evento segue até 12 de julho, no saguão do SESC de Paranaguá. Dezenas de pessoas também participaram do evento.
PMP

O prefeito Marcelo Roque participou da abertura do projeto Sesc Regionalidades, com a exposição Memorial do Folclore Caiçara, do artista Denni Capetta, na noite de segunda-feira (10). São peças esculpidas em madeira reutilizada de palete (usado para o transporte de cargas), todas abordando o cotidiano local, com temáticas como folguedos, crendices, lendas, crenças e a relação com a natureza e o ambiente onde vive o folclórico tradicional e urbano. 

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Harrison Camargo, o vereador Nilo Ribeiro Monteiro, o diretor do Sesc Paranaguá, Joel Viana Rabello Júnior, artistas locais e diversas pessoas da comunidade participaram da solenidade de abertura, que teve degustação de Barreado, música e entretenimento. Para o prefeito a exposição é importante “por mostrar a essência do povo parnanguara”. “Nosso dia a dia, nosso jeito de ser, bagrinho, parnanguara, está aqui retratado nessas obras do nosso artista Denni Capetta. Vale muito a pena prestigiar”, avaliou Marcelo Roque. 

A exposição faz parte do projeto Sesc Regionalidades, que consiste na realização de ações voltadas para a valorização e preservação do patrimônio cultural paranaense, lembra o diretor do órgão, Joel Viana Rabello Júnior. “Para compor o projeto serão apresentadas várias atividades que dialogam e difundem as noções de patrimônio material e imaterial do território de Paranaguá, evidenciando a cultura do litoral paranaense a partir de representações artísticas e de ações formativas”, destacou ele. 

O artista conta que iniciou o trabalho de pesquisa que resultou na exposição em conversas com a mãe, Odete. “Ela sempre me contava sobre coisas nossas, dos caiçaras de Paranaguá, quando era criança. Histórias como as do lobisomem, que me provocavam medo, por exemplo. Gostaria de preservar isso, porque hoje as crianças têm medo da Momo (personagem da internet). Somos muito ricos de cultura e temos que preservar isso”, avaliou Denni Capetta, que agradeceu ao apoio do Sesc e as presenças do prefeito Marcelo Roque e as demais autoridades e membros da população na abertura da mostra. 

PMP

MINIATURAS ESCULPIDAS A MÃO

Quem for à exposição, que estará à disposição do público até 12 de julho, verá miniaturas em madeira esculpidas a mão pelo artista. Elas mostram o cotidiano do parnanguara, a infância, as crendices, lendas e assombros, fé e superstição, sabores e fazeres, trabalho e folgança. “A exposição busca, além de ilustrar sobre a cultura caiçara, a agir como catalisador de vivências do público espectador, recolhendo assim causos, receitas, memórias”, detalhou o artista. 

O trabalho ainda inclui uma palestra e capacitação sobre o Memorial do Folclore Caiçara, programada para acontecer no dia 18 de junho (próxima terça-feira), no salão de eventos do Sesc Paranaguá, entre 8h e 12h e das 14h às 18h. O objetivo é difundir e fomentar as memórias culturais populares. Um espetáculo envolvendo música, dança e teatro também está programado, para o dia 25 deste mês, a partir das 20h, com entrada gratuita. O último ato será a oficina “Vivências e Criatividade”, programada para o dia 27. Sobre os três eventos programados mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3427-5200. 

SECOM/Jornalista: Osvaldo Capetta



CURTA O NOSSO PARANÁ NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM
@nosso_pr

Deixe o seu comentário