O secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Cirineu Marca, explicou que as competições de jipe envolvem famílias e amizades de muitos anos.
reprodução

Ronco dos motores cortando a mata, lama voando, atolamentos. O que esse povo gosta mesmo é de desafio, sentir o cheiro do mato, o solavanco da trilha e a emoção a cada atoleiro deixado para trás.
 Vinte e três jipes carregando cinquenta e oito corações aventureiros passaram pela Trilha da Butuca, em Pontal do Paraná nesse sábado (10.08) nos Jogos de Aventura & Natureza.

 O prefeito Marcos Fioravante (Casquinha) explicou que a ação do governo do Estado em promover os Jogos de Aventura e Natureza fora da temporada movimentam o comércio local e promove os municípios.

 “Somos um município turístico que recebe as pessoas muito bem, temos uma das melhores balneabilidades nas praias e agora com essa inserção nos Jogos de Aventura e Natureza abrimos mais uma opção para nosso turismo”, disse o prefeito.

 Como modalidade de apresentação, ou seja, não competitiva, o espírito é de comunidade. De vez em quando um jipeiro fica atolado numa zona de terra mais fofa e precisa de uma mãozinha. Na verdade, um cabo forte e um pouco de tração. Mas logo já vai todo mundo seguindo o caminho.

 O secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Cirineu Marca, explicou que as competições de jipe envolvem famílias e amizades de muitos anos.

 “O que vimos foi uma excelente prova com pessoas engajadas em curtir realmente a trilha, muito barro e atoleiros, os aventureiros destacaram a dificuldade da trilha e o bom traçado, isso é Pontal do Paraná sendo o cenário para outros esportes”, completou Cirineu.

 Um dos jipeiros mais velhos e ex-presidente do Jipe Clube de Curitiba, Joselito Voltolini, contou que, apesar de já ter feito várias trilhas, essa é a primeira vez na Trilha da Butuca.

 “Uma ótima trilha, com bastante lama do jeito que a gente gosta, trouxemos nossas famílias e nos divertimos bastante, Pontal do Paraná tem belezas naturais lindas e todos aproveitamos muito”, completou Joselito.

da Assessoria
reprodução





Deixe o seu comentário